Irlanda em 4 dias.

Sugestões para quem tem pouco tempo em Dublin  e quer aproveitar ao máximo, segue um mini roteiro:

No primeiro dia dá  para conhecer o famoso Temple bar,  tomar uma (ou mais) pints  de Guinness e ainda dá para conhecer o Phoenix Park.

No segundo dia pegar um ônibus (42 saindo do centro de Dublin) ou dart e ir até Malahide,  conhecer o castelo,  a orla e almoçar na beira da praia.  Na parte da tarde dá tempo de conhecer o Stephens Green,  Trinity  College e a famosa biblioteca do filme Harry Potter ( só paga para conhecer a biblioteca, cerca de 11 euros adulto).

15676487_1260833473972685_2818057870109872924_o
Malahide Castle

No terceiro dia dá para fazer uma trip pela Irlanda do Norte, em Belfast você vai conhecer o Museu do Titanic, a Rope Bridge (lugar mais lindo de Belfast) , a Giants Causeway e ainda a  Dark Hedges –  rua das árvores que foi usada de cenário em Game of Thrones, entre outros lugares lindos  ou  uma trip para os Cliff’s,  que é extraordinário!

15724632_1263182960404403_3542781402871481157_o

No quarto dia uma trip pra Wicklow, uma gracinha de lugar! Você vai conhecer o famoso lago da Guinness, o lago secreto, a ponte do filme P.S. I love you, as montanhas de Wicklow e ainda  o pub Johnie Fox’s Pub ( conhecido por ser o pub com maior altitude na Terra dos Leprechauns.)

15732720_1259146200808079_8702001587563795379_o
Guinness Lake

Recomendo para esses passeios (Belfast, Cliffs e Wicklow) o Wellingthon, da Well Diniz  http://www.welldiniz.com   – ele é super pontual, responsável , além de proporcionar um passeio super agradável.

O ideal é ficar mais tempo e explorar a Ilha da Esmeralda e seus lugares mágicos e lindos!

Enjoy!!

Cheers trevo_3_folhas_simbolo_da_irlanda

Anúncios

Curiosidades sobre a Irlanda…

Na Irlanda as ruas são mão inglesa (aqui se dirige do lado esquerdo da rua) e logo que cheguei aqui fiquei completamente perdida na hora de atravessar a rua porque os carros saem de tudo quanto é lado e nas mais diversas direções. É preciso MUITO cuidado para atravessar as ruas. No intuito de ajudar  os turistas nesse sentido, orientações como essas das fotos, estão presentes na maioria das ruas.

A Irlanda tem duas línguas oficiais: o inglês e o gaélico . Os turistas podem observar o gaélico em algumas sinalizações de rua e em placas nos transportes público.

 

  •  Bebidas alcóolicas são vendidas em supermercados e em lojas chamadas Off-License. Existe um horário permitido: dias de semana após as 10:30 e finais de semana 12:00. Nem adianta tentar passar as 10:29 porque será bloqueado pelo sistema (eu já tentei pra ver se funciona mesmo rs).
  • O anel claddagh é uma jóia típica irlandesa e geralmente usada como anel de casamento. As mãos indicam amizade, o coração simboliza o amor e a coroa representa lealdade. O anel é mais comum, mas é possível achar brinco, pulseira, colar e até enfeite de parede com este símbolo. Ele pode ser usado como símbolo de uma grande amizade, relacionamento, eternidade, noivado, casamento dependendo da intenção do usuário, ele deve ser dado como presente (em tempo, essa jóia custa a partir de 40 euros, dependendo do modelo e material).
  • Não tem cobras na Irlanda.Você não vai encontrar esse réptil aqui.  Segundo a lenda, São Patrick, padroeiro do país, expulsou todas as cobras da ilha e elas nunca mais voltaram. Mas há alguns céticos que atribuem a ausência do animal ao clima gelado.
  • Falando em Saint Patrick, dia 17 de março é comemorado seu dia e claro, é o dia mais festejado aqui. As pessoas se vestem de verde e vão para as ruas comemorar.

2014030432

  • Já falei do ralo em outra postagem né? Pois é, na Irlanda não existem ralos nos banheiros, nem cozinhas. No banheiro não existem tomadas e as luzes são acessas pelo lado de fora ( ótimo para “trolar”alguém hahahah ).
  • A sexta-feira santa na Irlanda, conhecida como Good Friday, a venda de bebidas alcoólicas é proibida por lei . Você não irá conseguir comprar em nenhum lugar e muitos restaurantes e pubs nem abrem.
  • Você pode ir ao supermercado logo cedo, comprar um produto de 0,50€, pagar com um nota de 50,00€ e dificilmente vai ouvir a atendente dizer que não tem troco ou te olhar de cara feia. Eles sempre tem troco para qualquer quantia, a qualquer hora.

Qualquer hora eu volto com mais curiosidades da Irlanda!

 Best regards !

trevo_3_folhas_simbolo_da_irlanda

Morar fora…

Várias pessoas me perguntam sobre como está sendo a experiência de morar fora  do Brasil, se estou adaptada, quais as vantagens , desvantagens, etc.

Me perguntam se devem arriscar como nós fizemos…

Eu não tenho como falar  “arruma suas malas e vaza do Brasil porque é uma experiência fantástica” ou “fica aí mesmo porque não vale a pena”. Isso é muito pessoal e o que é bom pra mim pode não ser pra você e vice versa.  Uma coisa eu digo: é uma experiência válida.

As vantagens de morar fora são muitas:

  • Aprender um novo idioma , afinal, você  acaba praticando todos os dias e conseqüentemente vai ganhar fluência  e isso faz  muita diferença. Recebo ajuda  até do  motorista do  bus que me ensina a acertar na pronúncia do ponto de ônibus  e o guarda de trânsito da escola que todo dia conversa comigo e me corrige pra me ajudar.
  • Experiência profissional: independente da profissão que você exerça, se não chegar aqui já com um contrato de trabalho, vai ter que ralar muito para conseguir um emprego, seja na sua área ou não. Vai aprender a fazer de tudo um pouco e ter um pouco mais de paciência e jogo de cintura uma vez que a cultura é totalmente diferente e isso vai te ajudar muito profissionalmente, até mesmo quando retornar ao Brasil .
  • Viajar bastante !!! As passagens áereas low cost são tão baratas ( a partir de  €9.99) e você vai conhecer vários países sem precisar ser rico  ou até mesmo se endividar para fazer isso.
  • Aprender a se virar sozinho. Sim! Crescimento pessoal uma vez que você precisa fazer o que tem que ser feito porque ninguém vai dar um jeitinho pra fazer por você por aqui. Ou você faz, ou você faz.
  • Fazer novas amizades com pessoas de países que você nem imaginava possível, no meu caso, fiquei amiga de uma freira da Russia.
  • No meu caso que sou mãe , pontos importantes como educação e segurança fizeram toda diferença nessa escolha . Claro que aqui não é perfeito mas você não vai ser assaltado no sinal com um arma apontada pra você, nem vai sofrer um arrastão enquanto curte seu dia de folga ou a caminho do trabalho. Muito menos se esconder por causa dos tiroteios.  No máximo vai ter seu celular furtado se der mole com ele na rua .

Claro que nem tudo são flores e ficar longe de “casa”tem suas desvantagens como a saudade da família e dos amigos, perder aniversários e momentos importantes,  saudades da nossa culinária e da facilidade em achar determinado ingrediente… saudade de assistir tv no seu idioma , saudades do calor e de um sol que esquenta. Saudade de vitamina D!

Deixo algumas imagens da Irlanda  para inspirar você!

Portinhas coloridas!

Logo que cheguei na Irlanda eu me encantei com as portas das casas, a maioria delas são coloridas, fofas e lindas . Isso me chamou a atenção e eu fui pesquisar o por quê…

A primeira versão que encontrei diz respeito à uma lenda : quando o príncipe Albert da Inglaterra faleceu em 1861, a rainha Vitoria ordenou que os moradores colocassem bandeiras pretas nas portas das casas em forma de luto. Naquela época a Irlanda do Norte ainda não era independente. Um irlandês –  até hoje desconhecido  –  ficou revoltado com essa ordem e num ato rebelde fez o oposto: durante a noite, em sinal de protesto, pintou algumas portas da vizinhança com cores diferentes. Os moradores acabaram gostando e aderiram às portas coloridas dali em diante.

setembro-277

Acredita-se que essa seja a história verdadeira, mas existe outra que diz que a atitude de pintar as portas de cores diferentes surgiu das esposas de irlandeses beberrões, que cansadas de verem seus maridos errando de casa, resolveram pintar as portas para facilitarem a chegada dos maridos em casa.

As duas histórias  são conhecidas por aqui… eu acredito na primeira!

14141794_1144595545596479_2224068707784618431_n
Essas não são coloridas, mas são as minhas preferidas!

E aí, vamos ao mercado?

Recebi algumas mensagens pedindo que eu escrevesse sobre os mercados aqui em Dublin,  faixa de preço da cesta básica, etc etc .  Mercado é uma questão bem tranquila – no meu ponto de vista – pois tem uma variedade imensa de itens e ainda que  grande parte deles sejam desconhecidos para mim, eu gosto muito do que encontro.

Do nosso dia dia eu só não encontrei o feijão nos mercados que frequento, o LIDL e Aldi.  Geralmente compro esses itens nos mercados brasileiros ( são um pouco mais caro, mas tem muita coisa gostosa, inclusive guaraná antártica e coxinha)!

Eu acho a comida aqui mais barata que no Brasil, claro que quem converte não se diverte! Se você está morando aqui e ganhando em euros, a comida é bem em conta sim!

Segue a lista com preços  que me pediram: (LIDL E MERCADO BRASILEIRO)

  • Arroz 1,39 
  • Macarrão 0,47€ (parafuso, espaguete, penne …) 
  • Açúcar 1,09
  • Sal 0,39
  • Óleo 1,35
  • Molho de tomate 0,89
  • Farinha de trigo 2 kg 0,99
  • Feijão 3,50€ (MERCADO BRASILEIRO)
  • Suco maguary 3,40€ ( MERCADO BRASILEIRO )
  • Farinha de Mesa 2,00€ (MERCADO BRASILEIRO)
  • Batata palha 2,50€ (MERCADO BRASILEIRO)
  • Geléia 0,99
  • Nutella 0,99 € até 2,99€ 
  • Café 1,99 € 
  • Chá 1
  • Achocolatado 2,60 € 
  • Cream Cheese 0,59
  • Queijo mussarela/chedar 300gr 1,49 € a 2,99€
  • Presunto 400gr 0,59 € a 2,99€
  • Queijo ralado 2,99
  • leite 2l  1,49
  • Manteiga 500 gr  2,19
  • Bacon 250gr 1,50
  • Alho 0,79
  • Cebola / batata 0,99
  • Pão  de forma  0,59
  • Sabão líquido para roupas 1,99
  • Detergente liquido para louças 0,99
  • Papel higiénico com 9  unidades  2,69
  • Vinho tinto 3,99
  • Cerveja Bud/Guiness 1,99
  • Coca cola zero 1,750ml 1,29
  • Chá de pêssego 1,5l 1,29
  • Sucos 1l 0,99
  • Camarão congelado 400gr 4,99
  • Frango inteiro 1.200kg 3,19
  • Carne moída  900gr 3,59
  • Maionese 0,99
  • Catchup € 0,75
  • Ovos 10 unidades 1,75€  

Ir ao mercado aqui na Irlanda requer muito auto controle. Chocolates deliciosos sorriem para você pelos corredores quase de graça (de tão barato que é ).20161202_104242

Para quem ama queijos/ salame têm uma variedade infinita e o melhor, com preços ótimos.

Nos mercados poloneses eu compro file de frango, linguiças e carne de porco , além de serem mais em conta são mais gostosas.

Leve sua sacolinha (várias por favor!) e divirta-se!

Wicklow, um lugar para chamar de fofo!

Esse final de semana fiz meu primeiro passeio para fora de Dublin, o lugar escolhido foi o condado de Wicklow .

Wicklow é um lugar deslumbrante, repleto de belas paisagens. Optamos em ir de transfer, o que foi ótimo, porque fomos com calma em 9 pontos turísticos, sem pressa, permanecendo em cada lugar o tempo que precisávamos para tirar um milhão de fotos. Fomos em 6, o que tornou nosso passeio super divertido porque não tem nada melhor que  estar com amigos =)

Impossível determinar o melhor lugar, porque isso é pessoal demais… Particularmente amei o Guinness Lake, o lugar tem uma energia fantástica, lindo demais.

14925375_1195750970480936_7137182801475043995_n

O lago secreto é lindo demais e a ponte do P.S. I love you é uma gracinha, pra quem viu o filme então, tem toda uma atmosfera romântica!

 

 

 

Todos os lugares que fomos tem sua singularidade e seu detalhe que o torna especial. Wicklow é uma ótima opção para passeios de um dia e um lugar que você deve ir pelo menos 4 vezes: uma em cada estação.  Fico imaginando as paisagens lindíssimas com as cores da primavera, com a energia do verão e o branco do inverno… esse tom amadeirado do outono já vale a pena uma ida agora!

 

14639829_1195750343814332_3189331174256651513_n
Secret Lake

Como todo serviço bom deve ser compartilhado, eu fui com a empresa Well Diniz, são super atenciosos, divertidos e pacientes. Eu recomendo porque vale a pena ir com quem torna seu passeio mais feliz!

 

14962698_1153858944701480_4438712526624113007_n

 

 

Winter is coming !

Cheguei na Irlanda em agosto, peguei lindos dias de sol, dias agradáveis onde usei até macacão de alcinha, acredite se quiser rs ! Agora para sair de casa eu preciso no mínimo de  2 blusas (térmica + básica) + casacão!  Saio  literalmente toda “empacotada” e ainda assim, sinto um frio danado e escuto sempre a mesma frase “nem estamos no inverno ainda!”, pois é… imagina só daqui há dois meses quando for inverno!

Itens indispensáveis nesse frio: cachecóis, golas de lã, gorro, luvas, botas forradas com pelinhos, calça e camisa térmica, meia calça de algodão, pijamas de soft…tudo ajuda a segurar um pouco o frio.

Todos esses itens eu encontrei na Penney’s e os preços são ótimos. Me perguntaram os preços de alguns itens e montei essa lista para você ver o que vale a pena trazer e o que vale a pena deixar para comprar aqui, porque isso é uma decisão muito pessoal .

Golas de lã entre €2,50 e €4,00

Luvas de lã entre e gorros  € 1,50 e €4,00

Pijamas bem quentinhos de €7,00 a € 15,00

Calça e camisa térmica €6,00

Meia calça de algodão 2 por € 5,00

Bota forrada (foto) €8,00

Casacão forrado e impermeável € 25,00

Moleton €7,00

Segunda pele em malha € 4,00

Sapatinhos para andar dentro de casa entre  €2,00 e € 6,00

 

 

 

Ainda não encontrei protetor de ouvido e assim que encontrar eu atualizo aqui !  =)

 

 

 

 

Carrot cake, eca!

Primeira semana em Dublin, explorando a cidade e descobrindo as lojinhas de doces, vitrines super convidativas , resolvemos entrar em uma loja, minha filha  e eu, para comer um doce.

Na vitrine tinha vários doces mas o nome não batia com o visual, o brownie não era como os que eu conhecia e olha que de brownie eu entendo! Então, optamos em escolher pelo cardápio porque daí víamos os ingredientes e não ía ter erro.

Optamos pelo bom e velho bolo de cenoura, “carrot cake”. Ficamos ansiosas esperando pela nossa fatia, graças a Deus pedimos só uma !

Como uma imagem vale mais que mil palavras, olha só o bolo de cenoura irlandês:

 

 

Não dá para descrever o quão ruim é esse bolo… eu e minha filha tentamos, mas a gente comia e dava “ânsia de devolução”, teve uma hora que eu tomei esse leite no gargalo porque não ía aguentar esperar chegar um copo.

Fomos embora e ríamos tanto da situação… só não foi a pior experiência gastronômica que tive porque liderando o meu  ranking  pessoal está o “pudim radioativo” feito por mim e o  “arrozinho azul” de Pizzo, Italy.

Conselho de amiga: certifique-se de ver o bolo antes de pedir e como uma amiga me disse, vai de mufin que não tem erro!  Dica valiosa Flávia, obrigada!!  =)

 

Adaptação da Jujuba e Lola

Três semanas se passaram desde a chegada da Jujuba e Lola na Ilha e muita coisa aconteceu nesse período…

Apesar de estarem felizes e brincando, elas se adaptaram à casa nova mas não a alimentação. Acredite, a dificuldade em se adaptar a alimentação também foi extensa aos meus pets!

Lola perdeu ainda mais peso, além de ter ficado um pouco doente antes do embarque, chegando aqui ela não estava comendo nada. Semana passada eu encontrei a Royal canin para gatos sensíveis e comecei a dar de grão em grão na mão, porque ela não chegava nem perto do pote e aos poucos ela foi aceitando.  Agora já come sozinha, o que é um avanço !

Jujuba está na terceira ração e não está gostando, vira e mexe ela come a da Lola. Quando eu misturo patê ela até come melhor, mas ela é muito sensível e não posso lançar mão do patê sempre porque ela fica cheia de alergias.

Dica pra quem estiver vindo: traga um pouco de comida do seu animalzinho porque até encontrar o mesmo  ou algo semelhante aqui ,eles irão sentir.  Nos supermercados só encontrei marcas de segunda linha  (nota-se que é uma ração bem inferior) e nos pets, além de não ter encontrado muita opçã0, o que encontramos é bem caro. Meu objetivo agora é encontrar uma ração que a Jujuba aceite e coma de boa.

Dica: tapetes higiênicos são bem mais em conta na Eurogiant =)

 

Até breve! =)

 

 

 

Levando meus pets para Irlanda

Quando comecei a pesquisar sobre “como levar animais de estimação para Irlanda”  eu fiquei desesperada porque é uma lista tão extensa de exigências a cumprir que desanima qualquer um. No início do ano, íamos levar nossa cachorrinha, Jujuba , para passar férias com a gente na Itália mas desistimos quando vimos quanta coisa tínhamos que fazer. Porém agora seria para morar então… Parei, sequei as lágrimas (sim, chorei muito com a lista de exigências e o medo de não conseguir trazë-las), respirei fundo e comecei a fazer uma lista em um papel para não me perder. Afinal, tinha que organizar isso porque sem eles nós não iríamos.  

Cada país tem suas exigências e na Irlanda não poderia ser diferente. O meu maior medo  era  elas “caírem”na quarentena ou serem mandadas de volta . Uma das exigências da Irlanda é que tudo seja feito com um despachante aduaneiro e com empresas aéreas determinadas pelo governo Irlandês ( tudo isso encontrei no site do http://www.citizensinformation.ie ).

Entrei em contato com algumas empresas que fazem o transporte de carga viva, porém só uma me passou a segurança que eu precisava. Como se tratava dos meus animais, eu fui bem chata nesse processo , perguntei um milhão de coisas e essa empresa foi a única que me respondeu “um milhão de vezes” e sempre de forma clara e objetiva. Quem me deu todo suporte na Point foi o Andre. A empresa, que é de São Paulo,  me deu todo suporte necessário, me orientou nas partes que cabiam a mim no Rio de Janeiro e fui fazendo tudo que era preciso.

A rotina foi basicamente essa: 

  • fazer a microchipagem (primeira coisa a ser feita). Observe se a data foi colocada corretamente e exija certificado comprovando a data exata da microchipagem. 
  • no dia seguinte, vacinei contra a raiva ( verifique a data e exija carimbo no cartão de vacinação, a data não pode ser a mesma que a microchipagem)
  • aguardei 32 dias e fiz o exame de sangue (eles me orientaram quanto a coleta e envio da amostra para São Paulo para sorologia)
  • aguardar 90 dias de quarentena para embarque ( eles estão aptos para embarque a partir de 122 dias aproximadamente, desde a data da microchipagem) 

Após essa rotina, preparamos os documentos para o embarque dos animais, procurações , certificado de microchip ,carteirinha de vacinação  de cada uma  e enviei tudo para o Andre, da Point cargo em São Paulo. Fiquei com cópia autenticada de tudo porque elas precisariam para o embarque do Rio até São Paulo. Nesse momento, a Point me envia os Kennels que elas irão utilizar na viagem ( cerca de 40 dias antes do embarque para elas irem se acostumando com a caixa).

 Primeiro desafio : embarque delas do Rio para São Paulo. Uma amiga ficou responsável pelo embarque e no dia, se dirigiu a empresa para realizar o despache. Segundo ela, foi tudo simples e levou cerca de uma hora e meia.  Primeira foto que recebi via whatsApp das minhas bolinhas de pêlos na caixinha ! A aventura delas já estava começando !

img-20160928-wa0052

Elas chegaram em São Paulo a noite e o Andre estava esperando por elas. O amor aos animais é tão grande que ele não resistiu e levou as minhas filhotas com ele pra casa! No dia seguinte a rotina delas começaria cedo no aeroporto de Garulhos e foi super tranquilo pra mim porque toda essa parte de emissão se certificado (CZI),  liberação junto a receita federal e mais um monte de coisas necessárias para a viagem eram de responsabilidade da Point Cargo então, só me restava aguardar . Como tudo foi feito bem direitinho, tudo ok  para o embarque delas.

De São Paulo para Dublin:

  1. Reparem nas carinhas de tranquilas que elas estão!!
  2. Jujuba com o Andre, super atencioso e carinhoso! 

Após receber essas fotos, elas embarcaram e no mesmo momento começa minha agonia!

Não sei se todos sabem, mas no meio das minhas pesquisas, descobri que cães com focinhos curtos tem  um risco maior para viagens de avião. Pela anatomia diferenciada, a troca de temperatura ocorre apenas pela respiração e pode causar falta de ar e até mesmo a morte do animal, se eles se adaptassem como nós, pela transpiração, esse risco seria minimizado . O Andre me tranquilizou quanto a isso  porque eles enviam cães com essa anatomia todos os dias para vários lugares do mundo, mas ainda assim, eu não conseguia parar de pensar na matéria que li.  Coisa do ser humano =(

Meu medo era imenso. Foram 24 horas de angústia porque não tinha informações da conexão na Alemanha e até eu estar com elas, teriam passado exatas 24 horas. Chegamos no terminal de carga as 16:15 h, uma hora antes do horário marcado pela Lufthansa. 

A alegria de ver elas chegando foi tão grande que eu nem lembrei de filmar, não queria perder nenhum detalhe da alegria delas misturadas ao nosso alivio de vê-las bem. Ao escutar a nossa voz elas ficaram loucas! Latidos, miados e choro! 

Família completa! Hora de matar as saudades  e enquanto eu escrevo , olha quem aparece por aqui: Minha Jujuba ! 

20161004_162140

Empresa responsável por trazer meus animais: Point Cargo Logística 

http://www.pointcargo.com.br

https://www.facebook.com/point.cargo.1/about