Um ano de Irlanda.

Essa semana completaremos um ano na Irlanda e eu parei para pensar um pouco sobre tudo que aconteceu, sobre estar certa ou não a respeito da nossa escolha , sobre como me sinto a respeito de morar fora.

Claro que muita coisa mudou na minha vida em um ano. Largar tudo pra trás : histórias, objetos, costumes, família, amigos  –  não foi uma tarefa fácil.  Não foi tão simples “resetar” a minha vida. Mergulhar numa outra cultura, outro país, outro idioma, clima… uma infinidade de detalhes tão diferentes do que eu tinha,  foi  –  e continua sendo  –  muito difícil pra mim.  Morar fora é uma decisão muito pessoal ( já abordei esse tema aqui anteriormente : http://bit.ly/2icyO34 ), que depende muito do que você deseja. Tenho amigos que vieram pela facilidade de viajar pela Europa, outros para fazer intercâmbio e adquirir experiência , outros para fugir da crise no Brasil, outros pela segurança e qualidade de vida ( que foi o meu caso) e por aí vai. Seja lá qual for seu motivo, cada um sabe o peso disso e o quanto pode aguentar.

Várias vezes eu já me vi colocando meus objetivos e expectativas na balança para me incentivar a ficar , porque eu confesso , não é tão  fácil pra mim viver por aqui. Sinto falta daquele sol quentinho no rosto, dos almoços de domingo na casa da minha melhor amiga, das idas à Serra visitar a família , dos cafés da tarde na amiga-vizinha, de contas em débito automático, dos depósitos com recibos, dos ralos no banheiro e na cozinha ( curioso? acesse: http://bit.ly/2viMej3) , de tomar banho a hora que quiser sem ter que esperar a água esquentar, da tv no meu idioma, de caminhar na beira da praia, dos médicos e da facilidade para fazer exames, dentre outros detalhes que pra mim, fazem toda diferença.

A Irlanda é bastante  segura, a qualidade de vida é ótima, tem  “unlimited card cineworld” ( que pra mim é o melhor de Dublin), tem reunião de brazucas , supermercado em geral é barato, chocolates gostosos e baratos, cerveja deliciosa, chuva e vento do kct ( essa combinação não permite o uso de sombrinhas) , tem a Penney’s ( paraíso para compras de roupas e tudo mais a um preço bem baixo), tem os europeus que gostam de passar dias sem banhos e que pedem desculpas por qualquer coisa, gritam no seu ouvido dentro do ônibus, te atendem mal nas lojas, tem a chuva , as contas chegam há cada dois meses (tem que torcer pra chegar se não voce se ferra), o simples fato de você ter uma TV te obrigada a pagar uma licença de 160 euros/ano (usando a tv ou não ), o ônibus param de circular às 23:30h, as lojas fecham às 18h , já falei da chuva??  – entre outras coisas.

Eu não vim com a intenção de viver “pra sempre” , a Irlanda é linda demais. Repleta de paisagens lindíssimas, apaixonante em vários aspectos – mas ela não é o meu lugar.

Um decisão é sempre tomada com o coração cheio de expectativas, cheio de esperanças em dias melhores.  Claro que às vezes a gente acaba decidindo errado e isso não é de todo o ruim porque ganhamos em aprendizado e amadurecimento.  Às vezes temos medo de tomar uma decisão e acabamos nos arrependendo. Eu prefiro colecionar aprendizados do que arrependimentos em não ter feito nada.

Seja qual for o meu destino no futuro, a Irlanda já  terá valido a pena pelas amizades que fiz aqui, pelo presente cultural que recebemos ao viver aqui , pelo aprendizado de vida, de idioma  e pelo fortalecimento de relações.

Esse post vai com a imagem do meu primeiro café em terras Irlandesas, o bolo de cenoura. Ficou curioso? Acesse :  http://bit.ly/2fsviRv

nj-91
Carrot cake

 

Cheers !

trevo_3_folhas_simbolo_da_irlanda

Anúncios

Um comentário sobre “Um ano de Irlanda.

  1. Vera Lucia de Castro Cardiano

    Parabéns pela decisão de tentar novos horizontes! Tenho acompanhado sua trajetória pelo facebook e acho fascinante o estilo de vida e como a filhota está amadurecendo nesse caminhar! Bjs

    Curtir

Deixe uma resposta para Vera Lucia de Castro Cardiano Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s